piscar de olho roxo

Todo mundo sabe que ZICA atrai ZICA. E eis uma semana meio zicada, a minha.

Senão vejamos:

Tive a capacidade de acumular uns seis vírus da gripe em coisa de 8 dias: curei de uma, veio outra em seguida, depois outra, que chamou a outra, que telefonou pra outra, que mandou convite, que fez festinha, que resolveu que a minha pessoa era o pico ideal para uma orgia virótica.

O que restou de mim agora tem os olhos semi-cerrados, pouquíssima voz, lencinhos grudentos de secreções espalhados pelos bolsos e ZERO dignidade.

***

E como se não bastassem a fanhice, o rouquidão, a palidez e os grunhidos pulmonares que se assemelham a tenebrosos ruídos de rádio mal sintonizado, eu ainda arrumei um olho roxo pra minha pessoa.

E não, eu não me refiro a uma manchinha lilás djavan, do tamanho do estado de sergipe.

Eu arrumei foi um bem torneado círculo azul arroxeado a la mike tyson, herança de uma cabeçada bem dada pelo meu próprio filho, sangue do meu sangue. Sabe aquelas brincadeiras em que você, como mãe, pressente que alguém vai acabar se machucando? E se eu te disser que esse alguém pode ser você, cara amiga mãe?

Pior é que a dor foi tanta,  e o meu grito foi tão histérico, que eu desconfio ter criado nele um trauma incurável, posto que desde o acidente ele me abraça sem parar, não joga comida no chão, guarda todos os brinquedos e repete baixinho “diculpa, mamãe, diculpa”.

***

Olho roxo em qualquer lugar do mundo pode ser um acidente, um tombo, uma cabeçada ou uma topada na estante da sala.

Olho roxo no país de Janete Clair e Benedito Ruy Barbosa signfica somente uma coisa: que você tomou uma bifa do marido. Tô mentindo?

Se você, como eu, cresceu vendo a destemida Maria de Fátima vendendo a própria mãe pra “vencer na vida”, você vai entender o que estou dizendo.

E, como eu, vai incorporar seu melhor estilo Betty Faria e só sair por aí munida de um enorme par de óculos escuros. Que é pra evitar que o povo ache que seu estimado marido se trata, na verdade, de um baita de um “safado, cafajeste, crápula” e outros chingamentos de cunho novelístico.

Mas a verdade é que uma hora vai anoitecer e você vai acabar tirando seus óculos.  E daí, minha irmã, pode ter certeza: o povo vai se compadecer da Betty Faria que mora dentro de você.

Como o taxista de ontem. Foi ele ver o roxo do meu olho direito que a cabecinha dele começou a processar os dados novelentos  olho+roxo+janete+benedito+maria de fátima+betty faria = pena/muita pena dessa criatura.

Mal me cumprimentou e já trocou o CD.

A música começa, ele então me olha pelo retrovisor com muita compaixão e começa a cantarolar junto com Mariah Carey.

Eu nunca tinha ouvido aquela música, mas, traduzindo o pouco que ouvi, era algo do tipo…

você tem força dentro de você!

o herói mora dentro de você!

você pode vencer mais este problema!”.

E o homem se empolgava, cantava, levava a mão direita ao peito e, na hora do refrão, olhava pelo retrovisor…

você tem força dentro de você!

o herói mora dentro de você!

você pode vencer mais este problema!”.

Pra piorar o cenário tinha todo o meu funga-funga, a orgia virótica, lembra?

Mas até explicar que biscoito maizena não tem canto, e que aquilo era gri-pe e não cho-ro, o homem já achava que eu estava era me debulhando em lágrimas.

Chegamos e o taxímetro marcava 14,50. Dei 12 reais da carteira e disse:

– Espera um pouco, que o resto vou te dar em moeda.

– Não, não, deixa assim.

Eu insisto, mas ele fecha a porta, coloca a cabeça pra fora da janela, me olha bem nos olhos e diz:

– Vai com Deus. Muita, mas muita sorte nessa vida pra senhora.

Daí você pode dizer que é loucura da minha cabeça. Mas se você visse uma pessoa saindo de um taxi, com olho roxo, lenço na mão, fungando, óculos escuros em punho, a noite, e em plena Copacabana…vai dizer que você também não pensava na Betty?

***

E pra provar que zica atrai zica, mando uma que aconteceu comigo hoje de manhã. Chego no banco, minha gerente está de férias e eu me preparo pra fila comum dos desagerentados. Vi de longe, na fila, a “mala do restaurante da esquina”.

Abre parênteses pra explicar que a “mala do restaurante da esquina” trata-se de uma …erm…mala, que é gerente de um restaurante aqui perto.

Eis que um belo dia fui almoçar no referido restaurante, acompanhada de uma amiga querida e o filhote. A gerente mala se aproxima:

– Como elA chama?

– Noah. E ELE é menino.

– Nossa, Noah?!? Que nome esquisito, né, diferente… E, nossa, como ele fala! Qual a idade dele?

– 1 e 10

– Gente…ele é novinho! A minha tem 2 anos e meio e nem fala ainda! Mas ainda bem, viu? Porque meu pediatra falou assim, que criança que começa a falar muito cedo, tipo antes dos dois anos, com CERTEZA que vai desenvolver problemas na fala, tipo dislexia não sei de que.

E daí ela olha com cara de PENA pro meu filho e pergunta:

– Trago a conta?

Fecha parênteses.

Então, zicada que ando,  venho a cruzar justamente a mala imbecil que diz que MEU filho vai ter problemas graves num futuro próximo.

Sento longe, já pra que ela não me veja. Mas gente mala enxerga muito longe (assim como gente com bafo fala muito perto). Ela não só me vê com tenta sentar do meu lado.

Tento abstrair, meu telefone toca – ótima distração. Era uma amiga querendo saber que história era essa de Cingapura?! Vocês vão se mudar? Que legal!

E eu aproveito a fila longa pra matar o tempo e contar tudo pra minha amiga.

Desligo a ligação e sinto alguém me cutucar no ombro. Era a mala, sentada atrás de mim:

– Vai mudar de país! Nossa, corajosa, uau!

– ã hã – eu respondo.

– Sabe que…desculpa, mas eu ouvi você dizendo pra sua amiga que você também já morou em outros lugares e que gosta de mudar bastante, né?

– ã-hã –  resmungo, olhando pra minha senha.

– Interessante.

Silêncio. Ela me cutuca de novo. Viro pra trás, já sem paciência:

– Que?

– Sabe que minha vó dizia assim, que o pai dela também adorava viver a vida viajando, intensamente, que nem você. E que gente assim geralmente tem uma fome tão grande de viver porque no fundo sabe que vai morrer cedo? Era o que minha avó dizia, né, não sei se é verdade.

***

Sabe o que mais me desespera?  Hoje ainda é quarta-feira.

***

Notas & agradecimentos:

1. Muito obrigada a TODOS que me mandaram positive vibes, palavras de força, promessas de felicidade e letras da música do Ritchie. Hospedagem pra todo mundo, na faixa, com café da manhã. Love you all.

2. Zicas a parte, estou muitíssimo lisonjeada com as propostas de compra do nome e do site Minha Mãe que Disse! . Informo, entretanto, que estou interessada em mantê-lo, gente, pela possibilidade de comércio entre os dois países. Também não me sinto em posição de vender, dar ou ceder a minha lista de clientes.  E isso se deve a um motivo somente: nenhuma das seiscentas e tantas clientes cadastradas me autorizaram a divulgar seus contatos. Pela compreensão, obrigada!

3. Recebi exatos seis emails (os quais ainda não tive tempo de responder) pedindo dicas de como começar um negócio no estilo do Minha Mãe. Gente, olha só, eu não tenho lá muita vocação para Sebrae, não, mas posso dividir, de bom grado, minha experiência pessoal. Portanto, assim que me sobrar um tempinho, juro responder com carinho e tal-e-coisa. Vou mesmo. E quem tiver interesse, em um futuro próximo, em se tornar um distribuidor de produtos importados para bebês pode me mandar um oi no mamae@minhamaequedisse.com.br

4.  E Noah está vendendo as coisas que já não usa/não usará em Cingapura. Ainda não tive tempo de postar tudo (sério?) mas pode começar a dar uma olhadinha aqui no Noah Vende Tudo!

Anúncios

28 Respostas para “piscar de olho roxo

  1. Rô querida, espero sinceramente que o olho e a gripe melhoraram! E que vc volte ao banco de cabeça erguida feito Tieta do Agreste.
    OBS nada a ver: sabe que quando bato o olho napalavra Cingapura, a priori não lembro do país, ams sim da música do eduardo dusek, da cantora de churrascaria, a qual fizemos uma performance debochada num coral a long time ago.
    Vc não vai sumir né Jura? Já sinto sua falta! E se tiver super saldão do Minha mãe que disse a ponto e empolgar criaturas das mais pão duras como eu me avisa tá?
    beijo parenta
    OBS: Aqui em casa somos todos solidários com “nomes esquisitos”

  2. Ela é velha essa mala do restaurante? Pq pra mim isso de confundir menino-com-total-cara-de-menino com menina é coisa de velhinha que acha que pode tudo, sabe? Aqui no meu prédio tem duas que insistem em olhar pro Theo e dizer como ELA tá bonitinha. Me dá um negócio! O menino de shorts, cabelo curto, pulando loucamente, maior cara de moleque… às vezes acho que é pra me provocar!

    Mas tudo pra dizer que o Noah Vende Tudo tá fantástico! To convencendo um amigo-grávido a comprar o cadeirão – imperdível, uh?

    bjos

  3. Roberta, você fez eu me achar muito muito má, porque não consigo ler e não ficar com vontade de rir. Mas como assim rir das zicas e olho roxo de alguém, ainda mais alguém que eu gosto? Você ainda me manda para a terapia, viu?

    Mas ó, agora que apareceu aqui, as good vibes serão tantas que você nem vai acreditar que hoje estava assim. só quando olhar no espelho, talvez…

    (Vi vocês na revista da gol, Arthur falou: olha o adoro paris! – Sim, aqui em casa NMoah = adoro paris, que vi umas 500 mil vezes… aff!)

    Beijos moça!

  4. hahahha… ri muito com o taxista Carey!
    dei uma olhadinha no “Noah vende tudo”, tá ótimo! boa sorte com as vendas!
    e no mais… tão triste que vou no Rio e vc não vai estar… Ooooooooh!
    Mas feliz por vocês! Quem sabe a trip do ano que vem seja por essas bandas de lá, e a gente se encontra por aí nesse mundão.

    Beijo guapissíma!

  5. Uau quanta ZICA! Espero que a gripe e o olho melhorem e que mulher mala essa hein? Tem gente que não aprendeu a ficar de boca fechada! Fala sério! Adoro seus posts e li rindo, não tem como não rir, mas não da sua desgraça e sim do jeito que você a descreveu. Imagino a cara do Noah quando te machucou, mas olha que ele ficou comportadinho hein? Aproveita, fazer criança se comportar é uma arte, ainda não descobri como. Beijos e melhoras

  6. Rô, adorei a história do taxista menina do céu. Eu já tive um olho roxo causado por um joelho assassino e sei exatamente o que está passando. Que sua pele volte logo ao normal, já já o pequeno esquece e volta a bagunçar. E que a gripe vá embora e não volte nos próximos 10 anos afinal já ficou gripada tempo suficiente pelos próximos muitos anos que estão por vir.

    Assunto sério: como fazemos para fechar negócio. Me interessei principalmente pelo berço! Tô precisando urgente. Quero dizer, pra fevereiro. Mas o quanto antes melhor.

    Se tiver msn e puder me adicionar: ian_press@hotmail.com

    Bitocas!

  7. Rô querida,
    o bom dessas zicas brabas é que quando passa acontece uma coisa muito boa em seguida. Já já você acerta na mega. Aposto.
    E por favor o que é esse cara do restaurante? Deus que me livre e guarde. Distância dele. Always.

    bjcas

  8. Ai, senti a dor aqui. Hoje a Clarice bateu a cabeça dela num ossinho meu perto do pescoço (as saboneteiras de Vinícius) e ficou tão assustada que chorou por uns 10 minutos.
    Adorei o blog Noah vende tudo e te digo que eu sou a sua distribuidora oficial de Brasília e entorno, viu?
    Beijos

  9. Rô, outro dia levei uma mordida do meu filho. Bem no braço, sabe? Numa semana de calor, então nem dava para usar manga comprida ou casaco para disfarçar. Foi durante umas dessas brincadeiras que só tem graça na hora. Ficou um roxão e tive que dar milhões de explicações sobre a índole e o caráter do meu maridinho…
    Bjos,
    Camila
    http://www.mamaetaocupada.blogspot.com

  10. Serio, rir lendo blog é muito divertido, fico imaginando quem ta vendo, que deve ficar curioso e com inveja, quierendo sber porque tantos rizinhos olhadno apra uma tela de um laptop!

    Esta mala é muito sem noção, que tipa!!! Em compensação adorei o taxista, da vontade de pegar o telefone, imagine que um dia que vc realmente estiver meio moody ja sabe a quem recorrer!!

    beijos

    Pati

    http://coisasdemae.wordpress.com

  11. Kkkkkkkk
    Desculpa mas chorei de rir.
    Bicho essa da criança que fala cedo tem dislexia é foda!
    Mas pensa pelo lado bom. Nunca mais irá encontrar com essa criatura na rua. Rs
    Coloca pepino no olho. Dizem que ajuda.
    Ainda não tive olho roxo para experimentar. Rs
    Beijos!

  12. Roberta,quase não comento no teu blog,mais passo por aqui todo santo dia pra ler as novidades.Ainda não teve um post seu que eu tenha lido,que eu não tenha passado mal de tanto rir,e olha que eu li todos ele……seria muito bom se esse blog vira-se livro.Adooooro a forma como você escreve,e sua vida é de fato inspiradora.

  13. Acho que você está precisando cortar os cabelos da… ops, do Noah. E eu deveria colocar brincos na Emília.
    Você já pensou em compartilhar seu olho roxo com a amiga mala?

  14. Roberta, eu sempre passo por aqui e me divirto muito com seus textos. Pena que por causa da correria, na maior parte do tempo não consigo comentar. Você tem um senso de humor sem igual. Aproveitei para indicar seus sites e blog de vendas das coisinhas do Noah no meu. E deixei lá uma letra do Ritchi – ops! rs – um poeminha pra você. “O que você procura (não) está em Cingapura”. Beijos

  15. Ro,
    Teus post sao demais!
    Ainda tenho esperança de te ter como Blogueira Convidada, viu?
    Quem sabe nao vamos acabar nos conhecendo na Asia? Eh isso ai. Boa sorte com a preparacao da mudanca.
    Vai ser demais!!!

    bjos bjos

  16. Ainda bem que o roxo (do chute) que ficou no meu queixo quase não apareceu! 😉
    Quer dizer que o remédio da minha avó só piorou a situação?! Vou reclamar com ela!!
    Te ligo mais tarde! Beijinhos!

  17. Rô, eu te juro que toda vez que vejo uma mulher com olho roxo penso em oferecer meus serviços de advogada prá ela, prá processar o cafajeste do marido. Ainda bem que agora você me esclareceu que, sim, o olho roxo pode ter sido causado por outros fatores (ai…fiquei imaginando o taxista…)
    Quanto a mala…põe mala nisso heim! Por aqui, também tem uma espécime dessa. Tem uma mãe de uma amiguinha da Nina, que também tá grávida, que acha que eu tenho que fazer/ter tudo o que ela tem. Outro dia, mulher tava com o maior gripão e ficou me esperando na porta da escola só prá me cumprimentar (pra eu pegar a tal da gripe) acredita. Só que ela se ferrou. Logo vi que ela tav alá virótica e, uns 3 metros antes, já fui dizendo: Fulana, bem chega perto hoje heim, não quero pegar essa gripe! Falei mesmo!
    Pensando nisso, tive uma idéia: vai lá no restaurante e dá umas espirradas nela! Ai…que vingança boa!
    Beijo, filha!
    Te adoro, Rô! Vou ficar esperando a nova lojita, ansiosamente!
    Dani

  18. Roberta querida, quanta novidade… Meus dois sobrinhos (a propósito, os dois padrinhos de Alice) estão morando/estudando no Rio, então era tipo cer-te-za de quando eu os fosse visitar, que iria bater à sua porta com Alice a tira-colo, não tenha dúvida! mas…. espero que, fazendo um deles faculdade de relações internacionais, não venha o mesmo a ser embaixador, adido cultural, ou qualquer coisa que o valha em Cingapura, hein hein! Daí minha filha, é um pulo… tô eu e Alice no seu encalço again! Lindona, desejamos, eu e Alice todo o sucesso do mundo pra vocês nessa nova empreitada. Sejam muito muito felizes! Não te conheço pessoalmente mas saiba que sentirei falta de sua brasilidade carioca. Espero que não se esqueça de nós duas. E, quiçá, quando vieres ao Maranhão, já sabe, por aqui tem gente amiga! Um grande bj. Amor e Sorte!
    obs. a propósito do último desejo, saiba que todas vez que sucessivos acontecimentos meio desagradáveis acontecem é certo que eles são prenúncio de muita, mas muita alegria! Fica fria! Bj

  19. Oi Roberta!
    Adoro seus textos! Ri pacas aqui com suas histórias zicziras, mas desejo que voce tenha um resto de semana menos zicado.

    Beijos

  20. Ai ai Ro, se você não existisse precisava ser inventada!
    Zica atrás de zica, como já disse outra amiga, é sinal de que algo bom está por vir!
    Noah é muito macho, assim como Nuno Leal Maia, lembra?
    O mala é mala, não precisa dizer mais nada….rs.
    Já estou cadastrada pra quando mandar as coisas de Cingapura?…rs.
    Beijo e melhoras!

  21. Eu me divirto muito com seus textos! Melhoas com o olho roxo, faz parte da maternidade, né? rsrsrs

    E sorte para as vendas do Noah!!! Beijos!

  22. Menina, adoro seus textos e inclui vc nos favoritos do meu blog. Olho roxo significa violência contra a mulher em qualquer parte do mundo. Por aqui o povo levou à sério e mandaram uma assistente social na minha casa….e olha que eu só tinha levado o Pitico para tomar vacina no Pediatra. Adorei o site do Noah vende tudo, com certeza vc vai conseguir se desfazer de tudo rapidinho. Quanto à sua orgia virótica: Frische Luft und viel Flussigkeit (receita do Pediatra e todo médico por aqui, ar fresco e muito líquido). Aproveita seus momentos do Rio e leva Noah para descobrir mais a praia e a natureza, vai fazer bem para vcs dois.
    Melhoras!

  23. E o STF parou tudo no 5X5.

    Essa novela não acaba nunca! humpf!

  24. Roberta
    Faz bem pouquinho que descobri teu blog e não tô conseguindo parar de ler! Tô rindo que nem uma pata (pata ri?) há horas!

    beijos pra vocês e pé na bunda da gerente!!

  25. Pingback: invadiram meu blog | Piscar de Olhos

  26. Eu (ainda) nem tenho filhos e sou sua fãzaça. Mas quem não é? Seus posts são incríveis! Boa sorte na nova vida!

    Bjs

  27. Cheguei no seu blog pelo blog da outra Roberta, do Projetinho de Vida, que a-d-o-r-o! E estou aqui passando mal de rir com a historia da gerente do restaurante… Gente, como tem gente sem noção no mundo! A do taxista é muuuito boa tbém! Espero q a gripe e o olho roxo estejam melhores!
    Parabéns! Já vou add nos favoritos! Bjos!

  28. Amiga Roberta,
    outro dia me vi no meio de pessoas com uns 10 anos a mais que eu … td mundo ali viajou pouco e se o fez foi depois dos 30 , em excursão e o povo lá tinha aquele perfil de quem nunca saiu muito daquilo que é bem conhecidinho ….a conversa mais excitante era composta por modelos de celular expostos nas mesas do bar ou por insólitos depoimentos a respeito de carros novos …certamente essas pessoas acham que nós vamos morrer cedo porque nos movimentamos demais … e de quebra , pelo menos no meu caso , não sabemos de cor as 3,508 funções de um megaplussmartphone… essas pessoas tem medo de sair do lugar !!!! bem , eu me mudei umas vezes , viajei mais do que o cigano Igor de uma novela qualquer, casei umas vezes , casei de novo e tive filho na idade em que aquelas pessoas reunidas no bar começaram a pensar em se aposentar…. assim viaje feliz e espere a minha visita – cada um tem a vida que escolheu e a nossa é a melhor delas !!!!!
    Quanto aos vírus : vc pode me explicar que troço resistente é esse ??? degradante a dor no corpo e o olho grudento …..fiquei assim tb!
    Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s