massa de modelar? dvd? lexotan?

Pronto. O minuto de silêncio já era. Hora de sacudir a poeira, agradecer por todo o imenso carinho de sempre e tocar a vida pra frente – que atrás vem gente apressada, né não?

Então chega de silêncio e bora tagarelar sobre coisa boa.

A partir de hoje Noah estará 24 horas por dia grudado na saia justa desta que vos escreve. O motivo parece meio bobo, exagerado e descabido, mas eu mesma sou pessoa boba, exagerada e descabida (não caibo nas minhas calças 38), então faz todo sentido.

Na semana que vem nós vamos viajar.  E como já  experimentamos o traumático cancelamento de uma viagem porque o pequeno ficou, de véspera, muitíssimo doente, então resolvi deixá-lo longe da escola e das perebas em geral pra que ele esteja saudável, lindo e desencatarrado pro dia da viagem. Prevenida é a mãe, eu sei.

Mas qualquer coisa é melhor do que ver seu filho sofrendo, fungando e tossindo do Rio de Janeiro a Paris. E os demais passageiros agradecem. Eles ainda vão ter que aturar um alopradinho gritando “cocô no bum-bum, mamãe!” e roubando saquinhos de vômito, mas pelo menos da tosse e do catarro eles se livraram.

E sim, eu já estou tensa com a parte aérea da viagem – Noah já me deu motivos de sobra pra isso, tô mentindo?

Pensando nisso venho fazendo uma listinhas de providências pra que tudo saia da melhor maneira possível. Primeira coisa:

Organizar entretenimento barato para distrair  a cria durante  o vôo:

1. DVD do Cocoricó

Problema: Noah anda meio enjoado do Cocoricó.

Solução: Levar também um DVD alternativo, tipo  pornografia pesada A Turma da Mônica.

2. Brinquedinhos da loja de 1,99

Problema: Brinquedinhos de 1,99 tendem a quebrar em pequenos pedaços, os quais podem provocar engasgamento. E engasgamentos devem ser evitados, posto que passageiros de vôo internacional não suportam o barulho de pessoa engasgada.

Solução: Comprar somente brinquedos de 1,99 que quebrem em pedaços grandes OU  em pedaços pequenos o suficiente para serem engolidos sem estardalhaços ou engasgamentos (ps: esses pedaços pequenos, engolidos sem estardalhaços, tendem a reaparecer na fralda no dia seguinte e devem ser inutilizados!).

(é brincadeira, né, ô conselho tutelar!)

3. Apelar para guloseimas e quitutes mergulhados em gordura trans

Problema: Por não estar acostumado a comer toda essa besteirada, Noah pode acabar tendo uma reação esquisita e mal cheirosa (e mal cheiro DEVE ser evitado, a todo custo!)

Solução: 1. Encarregar somente o pai da troca de fraldas durante o vôo, assim você se protege dos gases tóxicos que resultam da ingestão de tamanha porcariada (ps: se o pai não aceitar vale roubar no par ou ímpar!) 2. Fazer caretinha de mal cheiro pro passageiro de trás, como se fosse o passageiro ao lado que tivesse peidado.


Plano B – a ser executado caso o entretenimento barato não surta o efeito desejado e a cria dê piti aos 70 mil pés

– Desculpar-se em francês impecável; E logo em seguida comentar o quão injusta foi a desclassificação da França na copa do mundo.

– Deixar o marido se virar com os conterrâneos e assistir Friends enquanto ele resolve os atritos franco-brasileiros.

– Dizer aos passageiros que tudo não passa de um filme (vocês não sabiam??!). Prometer cachê e explicar que o filme é sobre uma criança barulhenta e hiperativa, que detona com a paz de todos os passageiros, mas acaba virando herói, ao descobrir que a companhia aérea fabrica os pães que serve a bordo com restos de papel higiênico, copos plásticos e gordura hidrogenada.

– Se fingir de louca, balançando o corpo pra frente e pra trás e engolindo, um a um, os brinquedinhos de 1,99.

**

Mas se nada disso funcionar, juro que não vou estressar.

Que quem é que vai lembrar de perrengue aéreo,  gordura trans, brinquedo barato e o raio do Cocoricó ao se deparar com uma paisagem dessa, me diz?

Mas eu estou super aceitando dicas, viu? Está aberta a temporada de pitacos de entretenimento a bordo. Como entreter uma criança que se vê trancafiada em um micro espaço aéreo onde não se pode correr, nem falar alto, nem roubar saquinhos de vômito, nem nada daquilo que faz com que seja tão legal ser terrorista criança!

Massa de modelar?

DVD?

Lexotan?

** atualizando:

1. Pausa pra comentar comentários! Estou adorando as dicas, que maravilha de gente viajada e descolada!

2. O comentário da Pati do Coisas de Mãe é profissional, vocês sabem, né? Ela é autora do livro “Crianças a Bordo – Como viajar com seus filhos sem enlouquecer”

Eu vou aproveitar pra jabalizar, que coisa boa a gente tem que divulgar, pô! Então. O livro da Pati tem 100 páginas (mas cabe no bolso) e dá valiosas dicas pra quem quer se arriscar no maravilhoso (mas não menos assustador) mundo da viagem com as crianças. Passa no blog dela e se informa sobre como comprar!

3. Lia, querida, roubar no par ou ímpar é uma técnica milenar que não deve ser divulgada, assim, tão irresponsavelmente. Posso te dizer que pouquíssimas pessoas têm o privilégio de sobredito conhecimento. Ente eles o autor de “O Segredo” (hã??) Enfim, pergunte ao Mestre dos Magos, vai que ele libera…
Anúncios

28 Respostas para “massa de modelar? dvd? lexotan?

  1. Eu vou ficar quietinha so de olhos nos comentarios e nas sugestões, pois no final do ano faremos o inverso, que sera Paris-Rio… Quero so ver o que me aguarda!!! Beijos : )

  2. Hot Wheels!!! Muitos, muitos deles. É batata! Dá para se entreter por meia hora.
    Ontem meu pai tb deu a ele um camundongo marron de brinquedo, que dá cordas e ele sai batendo cabeça pela casa. Ótima ideia para a paz no voo, não?
    Você tb pode levar um coco de plástico e ensinálo a pôr em lugares estratégicos para dar sustinhos nos amigos passageiros.
    Canetinha e papel tb é sempre bom porque ele pode se divertir se rabiscando todo e aproveitando para deixar sua marca nas poltronas. Não vale giz de cera porque não tem o mesmo efeito!

    Quanto ao minuto de silêncio, sinto muito por sua dor, mesmo! E espero que ela seja amenizada com o tempo, apesar de imaginar que uma perda assim jamais é esquecida. Noah traz a alegria de volta em sua vida e isso é grandioso, é mesmo divino! Um grande abraço apertado e boa viagem!

  3. Rô, o que mais tem funcionado com a Ciça é massa de modelar e adesivos (de 1,99) para colar e descolar mil vezes em papeis (leve um bloquinho, de preferência, poara ele não colar nas cadeiras nem nos outros; na mesa eu libero – e depois arranco). Leve giz de cera também, para ele desenhar no mesmo bloquinho. E Dramin (com indicação do pediatra) para caso ele insista em não dormir.
    Beijos

  4. Nossa Rô eu vou acompanhar todas as dicas para copiar no final do ano.
    Eu tô pensando seriamente em levar tudo que já te indicaram rsrs.
    A Bel adora livros e revistas, entao vou leva para ela se distrair.
    beijos e boa sorte!
    Paula

  5. Nunca viajei de avião com Isaac, maaaaas…
    -nas viagens de carro sempre carrego papel, lápis mil, um apontador e uma cola bastão. Dá pra fazer colagem com os restos dos lápis apontados (sei lá que nome tem aquilo, deus do céu!).
    -Comprei umas revistinhas que são de história, mas com adesivos, onde é o pequeno que cola os personagens.
    -brinquedinhos pequenos, uma bolsinha cheia, e libero poucos de cada vez, pra ele não enjoar.
    -massa de modelar, com algum mldezinho pra não perder a graça rápido.
    -guloseimas? biscoito de polvilho, bolachas, pirulitos e suco de caixinha.
    -no fim, a loucura é tanta que vc acaba juntando tudo. desenha cenários e coloca os brinquedinhos neles (principalmente os carrinhos)
    -cola biscoito na boca da criança e tals.
    kkkkkk
    que delícia de cenário, hein?
    e ótimo ver a senhora sacudindo a poeirada!
    bjo bjo

  6. 1) uns 3 DVDs diferentes (isso eh o que mais entretem);
    2) papel e canetinha/giz de cera;
    3) brinquedo novo para ser aberto;
    4) kinder ovo (brinquedinho pode causar engasgamento, mas eh so ficar de olho…eles adoram e nem comem o chocolate);
    5) pirulito. O melhor “cala-a-boca” ja inventado. So pode no aviao!
    6) mamadeira com o leitinho, agua de coco ou suquinho…leve algumas extras na diper bag…ele vai cair no sono com seu “mama” vendo o filminho.

    eh muito mais facil do que a gente acha. Voo noturno nao tem erro.
    bjos

  7. Então tá: vamos as minhas dicas (ó, Rô, só funcionaram durante o trajeto Campinas – Salvador, cerca de 2 ahoras e meia…)
    – comprei uns bichinhos no 1,99. Vaca, porco, tigre, girafa, urso e cia. Não quebra e nãovira um monte de pedacinho. Daí fiquei lá contando histórias com os bichinhos. Funcionou. Cerca de meia hora.
    – massa de modelar. Foi bom, mas como ela já era íntima deste tipo de brinquedo, consegui chamar sua atenção, com isso, apenas por uns 15 minutos. Depois ela já queria jogar a massinha nos passageiros ou grudá-la no banco.
    – livros novos, daqueles que as criança podem interagir com a história. Comprei um que ela que tinha que levantar umas abas para continuar a história. Valeu, ela adora livrinhos, deu prá brincar por mais meia hora (levei uns 5 livros).
    – comprei uma lanterninha também e ela adorou.
    Só não sei se o vizinho da poltrona gostou da luz na cara dele. Sei não, acho que funciona mais em viagens de carro.
    – Fantoches. Uma beleza. Nina ficou ligadaça nas histórias. Pena que, depois de mais de duas horas sentada, inventando histórias, acabei foi é por misturar as conhecidas: a chapeuzinho vermelho, coitada, foi parar na casa dos três porquinhos, que acharam o feijão mágico e a galinha dos ovos de ouro. Até eu ria dessa minha versão!
    – não sei se pode levar em viagens internacionais (nunca fui Rô, nem pro Paraguai comprar perfume, acredita!), mas carreguei comigo uma bolsinha térmica com danoninho. Como a criança é viciada naquilo, ela adorou! Ah…e acaba sendo mais saldável que elma chips, né.
    Hum…acho que é só.
    Se eu me lembrar de mais alguma coisa, volto djá!
    Beijo e seu cuida. Fica bem.
    Te adoro!
    Dani

  8. Ro, você já deu uma consultada na Pati Papp, autora do Crianças a Bordo?

    Bjo

  9. Aieeee que inveja!! Eu vou pra Pirenópolis semana que vem, quase igual, né?
    Pena que o Noah já é grandinho, pra Emília eu levaria o estoque de Tupperwares e tampas Zip Lock em vez dos 1,99.
    P.S.: Como rouba no par ou ímpar, me ensina?!?!

  10. Oi Roberta,

    Em relação aos brinquedinhos eu acho que a maioria citada a cima perfeita. Claro que eles se entretem por 5 minutos com cada coisa, então, quanto mais melhor!!! Imagine como tive que ser criativa indo daqui a Tailandia!!!

    Fora isto, o principal é manter a calma (hehe), no livro eu até coloquei um depoimento de um comissario de bordo, onde ele fala que eles estão mais acostumados com a situação do que nós podemos imaginar. Apresentar o seu filho a equipe, ser gentil, vai ajudar bastante!!!
    • Ficar atento ao pressão na decolagem e na aterrissagem (dar mamadeira, chupeta ou alguma coisa para ele “mascar”)
    • Lembrar que os “vizinhos de banco” são mais tolerantes a criancas chatinhas do que a pais chatinhos

    Última coisa (ADOOOOROO ASSUNTO): chegue cedo no aeroporto para poder administrar a questão do lugar (as primeiras poltronas são reservadas para prioridade – que é seu caso) e deixe ele se movimentar o máximo possível, antes de entrar no avião!!!!

    Você vai de dia ou à noite? Se o vôo for noturno, provavelmente você nem precise distraí-lo e ele durma super bem!!!

    Boa sorte e boa viagem!

    beijos

    Pati

    http://coisasdemae.wordpress.com

  11. Vou ficar de olho nos comentario pois vou encarar 20h sozinha com a C, na vinda ela era um bebe agora tenho certeza que nao vai para quieta.
    Bjs

  12. Além de tudo o que já foi dito, tem uma coisa que funciona lindamente com crianças meio TOC feito a Alice: pedir ajuda na limpeza. Dou um lencinho umidecido na mão dela e garanto uns vinte minutos de paz enquanto ela esfrega poltrona, bandeja, tela de tv, os próprios pés, etc.
    (Não sei se o Noah cai nessa, mas vai saber… às vezes as soluções vêm de lugares improváveis, né não?)
    Boa viagem! Come muitos croissants por mim?
    beijo beijo!

  13. Quanta mãe descolada e viajada!
    Primeiro de tudo, o lugar para onde vc vai é lindo!
    E segundo, sobre a viagem, certamente ela será de noite, e você nem terá tanto com o que se preocupar. Acho que nesse monte de dicas muito justas, você já tem opções para deixá-lo mais do que ocupado, até excitado demais! Se a gente continuar, essa criança não dorme mais!!
    Eu gosto dos DVDs, livros, livrinhos com adesivos, cartelas de adesivos soltas que ficam em outra bolsa, para “sacar” de repente, na hora do aperto e causar surpresa, lápis para colorir e gostei da idéia do brinquedinho novo,…e não esqueça de pedir o seu kit infantil no avião (às vezes vem com alguma coisa diferente).
    A Pati já falou da hora da decolagem e aterrissagem (super importante)!
    Sobre a alimentação, em vez de levar lata de Ninho, por exemplo, fica mais fácil colocar em saquinhos zip loc, e espalhar pela mala ou levar na mala de mão para o mamadeira da noite (de qqer forma, vc não precisa de muita quantidade, pois tem isso tudo onde vc vai!)
    De resto, se passarem alguns dias por Paris, dá uma olhadinha no blog para idéias de passeios. Nós estamos indo em setembro e quero muito levar a Clara na Cité de la Villette (museu interativo), no Jardin d’Acclimatation, no d’Orsay e até na Disney!
    Boa viagem! Que delícia!
    Bjs, Sut-Mie

  14. Só para servir de lembrete para papéis, passaporte, milhagem (o Noah já tem 2 anos?), cinto de segurança, carrinho…:
    http://viajandocompimpolhos.wordpress.com/sobre/viajando-de-aviao/

  15. Tem certeza que deixar ele pelos corredores é fora de cogitação?
    Acho tão perfeito deixar a criança correndo! Quando chegar minha vez eu vou mudar de opinião, certeza!

    Boa sorte com a viagem!
    Também quero saber como roubar no par ou ímpar (é assim que decidimos quem vai trocar a fralda com cocô).

  16. Puxa vida, com tantas dicas legais eu, pobre mãe menos viajada, vou é ficar quietinha…rs.
    Mas com uma paisagem dessas, aposto que qualquer acrobacia a bordo valerá a pena!
    Beijo.===

  17. Kkkk
    Ele já se liga em historinhas?
    Contar com brinquedinhos, encenando, fazendo barulhinhos.
    Ou compra um brinquedinho novo para cada hora de vôo e vai liberando aos poucos.
    Boa sorte!
    Beijos

  18. Ro, não o li os comentários então não sei se estou sendo repetitiva, mas vamos lá:

    Para a Malu deu super certo levar aqueles livros que a criança interage, roda, dobra… E que seja bemmmmm novinho, INÉDITO!!!!! (não o inédito da TV Globo, ok?!)

    Mas o melhor mesmo foi aquela pranchetinha de desenhar com imã, sabe o que é? É bom pq não quebra ponta, não risca o avião, nem o passageiro ao lado, a caneta-imã vem amarrada e não dá p perder…. Sei lá, mas Malu curtiu muitoooo e olha que foram 14 horas de voo DIURNO!!!!

    Nem preciso falar que a galera do avião bateu palmas qnd ele aterrisou, falaram que foi saudades de casa, sei…..

  19. ah, já falaram TUDO, então só vou dizer o que funcionou com o André. A Ro (meu projetinho de vida) deu a dica de um livrinho com imãs e deu super certo no nosso trajeto SP-Miami!
    Boa sorte, querida. E muito boa viagem!
    beijos, Re
    * adorei o TOC da Alice! rs!

  20. Não tenho dica pra dar porque não entro em avião com minha pequena desde que ela tinha 7 meses (quando ela simplesmente dormiu o vôo Boston – Orlando inteiro)… Tô escrevendo só pra dizer que me parti de dar risada!!!!! 🙂
    Boa viagem, boa sorte!

  21. Oi Rô! Que lugar lindo da foto, onde é? Que saudades da região de Paris, há 10 anos que quero voltar e nada…
    Não posso contribuir com dicas, pois nunca levei as crianças pra tão longe, meu sogro é francês, mas mora em campo grande MS, quando vamos fico dias me programando, mas a pior neura que me incomoda é circular de carro lá sem caderinha..
    Acho que vc que tem que ns dar as dicas, mãe experiente e viajada rs! Dramin power talvez rs?
    Boa viagem querida! Noah vai fazer sucesso na França, aposto! beijos

  22. Oi, Ro!
    Quando eu viajei pra NY com o Theo, as melhores dicas vieram lá dos comentários do blog.

    Uma das dicas mais úteis foi a de não pegar aqueles assentos nas primeiras fileiras. Apesar de eles terem mais espaço para as pernas, não erguem o braço. E isso vai ser fundamental pra vocês esticarem o Noah quando ele for dormir.
    Pq ele vai dormir, sim. Don´t worry. O Theo desmaiou praticamente o voo todo.

    E eu comi as bisnaguinhas, biscoitos de polvilho… Me falaram pra não exagerar, mas eu levei 1 kg de comidinhas e brinquedos. Ah, e ignore total a ordem das cias aéreas de não levar comida e afins. Dei de louca, ninguém me prendeu.

    Outra coisa… Fiz o Theo correr loucamente no aeroporto, mexer em todos os brinquedos do free shop, subir e descer das poltronas. Ele já entrou no avião exausto!

    E, sim, tente não encanar se ele chorar e tal. Acho que se os outros passageiros percebem que vc está se esforçando pra ele não chorar, não ficarão irritados. Mesmo se muitos forem franceses 😉

    Ah, última coisa: use sua melhor cara de dó para pedir pra galera mudar de lugar pra vcs ficarem com um assento a mais. Tipo pedinte mesmo. Na volta, usei essa tática, consegui uma poltrona extra e o Theo veio deitadinho. Uma beleza.

    Boa viagem!!!!

    bjos

    mais dicas: http://maedarua.com.br/2010/04/miojo-no-aviao/

  23. Rô,

    A dor da perda é irreversível, mas vou te contar, vai diminuindo com o tempo, até se tornar suportável, convivível.

    Na parte de comidinhas o que funciona são as coisinhas pequenininhas e dar uma de cada vez (bala TIC TAC de laranja, M&Ms, amendoim, passas).

    A Sofia não se interessa muito por brinquedos, gosta mais de ver as pessoas, torça para sentar alguém com cara, jeito e vontade de vô ou vó do lado, vai ser entretenimento garantido por algum tempo!

    E vamos torcer mais ainda para ele dormir!

    Beijocas!! Boa viagem! Curtam muito!

  24. Rô,

    Pra mim o “pulo do gato” pra longas viagens com pequenos é vôo noturno. Santo remédio!

    No ano passado fomos pra Espanha e o pequeno dormiu uma hora depois de decolar e só acordou quando estávamos descendo em Madrid. Molezinha.

    Pra ele parecia até que tava indo de primeira classe. Como dormiu bem!

    Porque se a gente já fica entediado em viagens desse jeito, imagina eles.

    beijocas e aproveita a viagem!

  25. Não tenho dicas para dar… Só vim pedir que vc coma muitos pains au chocolat por mim, e desejar boa viagem!
    Bjs.

  26. Oi Roberta, demorei mas cheguei, se ainda vc for ver seus emails….rs, aí vai um link http://www.viajenaviagem.com/2009/11/no-aviao-com-crianca-o-que-levar-a-bordo/ se não servir pra ida, serve pra volta….rs eu só viajei de avião internacional com meu pimpas quando ele tinha 8 meses, ou seja, nossa próxima trip vai ser pra madrid e israel em novembro, aí vou te falar, mas tenho até meda de pensar na quantidade de horas de vôo com meu mini hiperativo no avião…a sorte é que vai estar cheio de primos na volta, mas na ida…ai mamãe… bom recomendo livros de pintar, dvd portátil sure, livrinhos, um milhão de quinquilharias e claro que biscoitos, e tranqueirinhas para laricar durante o vôo… parece delícia esta trip eim? a gente ia pra Paris em novembro com ele além de Israel mas não tinha mais passagem, morro de vontade de ir com ele pra lá porque conheço super bem Parri, aliás se for ficar lá com Noah passagem no Angeliná, café em frente ao Louvre tem o melhor chocolate quente do mundo, sei que vai estar verão mas ainda assim é o melhor chocolate quente do mundo e se seu filho for chocólatra como o meu serve! rs rs s rs bjs bon voyage

  27. MELISSA PRICE IUNES AMLID

    Oi, Roberta! Acabei de achar seu nome e o endereço do seu blog num caderninho na minha bolsa… Sim, sou eu – Melissa – a moça que estava sentada com o menino de 5 anos na mesma fileira que vocês, só que na janela, no vôo GIG-CDG. Sou testemunha ocular de sua noite mal dormida. Mas não se preocupe, vou deixar constado aqui que Noah não incomodou a mais ninguém a não ser a seus próprios pais. Uma coisa aquele ar seco e aquela pressão horrorosa do avião têm: abafam ruídos que é uma beleza! BOA NOTÍCIA: Vai melhorar a cada vez que viajarem… quando chegar na idade do meu, aquele tela LCD mixuruca da Air France vai ser sua grande aliada. Hoje em dia, o Theodor adora saber que vai viajar de avião. MÁ NOTÍCIA: Antes ter que trocar fralda, do que ter uma criança que já vai ao vaso querendo fazer nº2 num banheiro imundo de avião. Eu faço uma certa pressão par o Theo ir ao banheiro em casa, antes de irmos para o aeroporto. Até que funciona, sabe?

  28. Pingback: Voltamos – Parte I | Piscar de Olhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s