quando se pertence ao fundão

(Mais uma carta pra você, filho. Da série “é que de perto ninguém é normal”)

Eu tenho pra mim que existem dois tipos de gente : gente como a gente, que viaja no fundão da aeronave e o pessoal da primeira classe, povo discreto e silencioso, o qual, não fosse o tilintar das taças de champagne, nem se saberia que estava ali.

O pessoal da primeira classe é diferente da gente, filho. Eu sei porque estive com eles recentemente. Não graças a mim que não tenho competência nem calibre pra abandonar o fundão. Mas graças as milhas do seu avô, que me transformaram em first class por algumas horinhas. Horas de conforto e silêncio absoluto, não fosse o tal tilintar das taças de champagne.

Pessoas que viajam de primeira classe, filhote, formam um grupo seleto de seres humanos que não peidam, não arrotam e não roncam, nunca. Eu sei porque estive lá. Germes e bactérias, por exemplo, não procriam e não se transmitem na primeirolândia. Também pudera: tem anti-bactericida no banheiro. Tem gelzinho mata germe na poltrona. Não há germe e bactéria que consiga sentir-se benvindo em ambiente tão estéril e esnobe. Germes e bactérias se sentem muito mais amados e bem recebidos no fundão. Com gente como eu e você, meu amor.

O povo do fundão e o pessoal da frente voam aa mesma temperatura e altitude. E tirando a excelente comida,  a televisão com controle remoto, a poltrona-que-vira-cama e os mimos que a tripulação gentilmente distribui ao pessoal da primeirolândia você nem diria que está em mundos diferentes. São pequenos detalhes que mostram a diferença, filho. Detalhes somente percebidos por quem a vida inteira foi espremida entre o passageiro da poltrona 57A e o da poltrona 57C. Eles e todos os perfumes, tênis e mickey mouses que explodem dos compartimentos superiores da classe do fundão.

Penso que o fator mais evidente de diferenciação entre uma e outra  há de ser o humor da tripulação. Sabe aquela comissária mal humorada que te olha com desdem enquanto arremessa um croissant de ante-ontem no colo? Ela não existe no mundo 1st class, filhote. Oh, no no no.

Eu mesma, filho, testemunhei uma comissária vindo do fundão com cara de vampira para logo em seguida surgir em meio ao pessoal do 1st class com um sorriso contagiante e disposição invejável. Ninguém me contou não, filhote, EU VI!  Sabe aquela cortina do avião que separa os ricos da ralé? Então. Eu tenho pra mim que é ali que a tripulação esconde o lança-perfume ou o barato qualquer que eles tomam pra ficar com aquele ar de “olá, pessoal, vamos brincar?” Assim todo mundo ali fica feliz. Que rico não suporta cara de desgraça.

Outra evidência da sua posição no avião é a quantidade de água que te servem. Lembra como é difícil, no meio da madrugada, implorar por um copinho d’água lá na ralé? Pois lá na frente, na primeirolândia, é bem diferente. Piscou o olho tem garrafinha nova do seu lado. E é garrafinha mesmo, daquelas fofas pequeninas. Já pensou rico tomando Minalba de um litro e meio? Sem chance, eles adoram coisas petit, o pessoal da primeira classe.

Eu pensei muito em você, filho, durante a viagem. Tinha um garotinho absurdamente silencioso perto de mim e, após horas olhando pra ele, eu conclui que criança que voa de primeira não chora, não corre pelos corredores e não faz cocô.

Diferentes de você, filhote, que se estivesse ali já teria incediado os banheiros, quebrado as taças de Moët e organizado uma rave com os amigos germes e bactérias. Você teria cuspido aquele caviar, engolido o álcool gel e sairia correndo pelos corredores gritando a frase que você tanta adora “cocô no bum-bum, cocô no bum-bum”. Fino que só você.

E aquela comissária  fina e sorridente de outrora ia acabar perdendo o rebolado e deixando o pano cair, filhote. Em meio a olhares apavorados da antes silenciosa primeirolândia ela iria mostrar a verdadeir vampira, de olhos vermelhos e respiração fumegante, que habita aquele uniforme azul-marinho.

Sei não, filho, eu acho a primeirolândia um lugar meio austero pra crianças de um ano e meio.

Melhor deixar aquele nosso plano de ficar  bem bem rico pra uma outra ocasião, combinado?

(em tempo: Noah protestou e disse que por essas fotos aqui dá pra perceber sim que ele é primeiríssima classe…gente, tô colocando as fotos no Minha Mãe aos poucos, um pouquinho mais de paciência…quase lá! beijo!)

Anúncios

24 Respostas para “quando se pertence ao fundão

  1. Hehehe, adorei a parte do cocô no bumbum…logo a Alice tb aprenderá a avisar (tomara).
    🙂

  2. O Noah tá muito francesinho naquela foto. Très chic.

    Sobre cocô, a Ciça tá na fase mais escatológica que já houve. Tudo para ela é cocô-xixi-meleca-pum-e-fedô. Tudo! Vai fazer par com o Noah.
    Beijos

  3. Morri de rir e visualizei direitinho cada descrição!!!!
    Acho que a minha ia derrubar o avião.. hahaha..
    Bjinhos

  4. O Noah com certeza pertence ao “fundão”, porque as pessoas do fundão, são mais leves, descoladas e divertidas. Mas tudo isso com muita classe. Claro!

    beijos

  5. Gente, “cocô no bumbum” is the new black, não? Tá-to-do-mun-do falando! (menos o pessoal da primeirona, claro, que eles não sabem se divertir devidamente com seus bebês assépticos…)

    Noah de boina é de se espremer até pingar melzinho. Ele que não me apareça assim na frente dessa tia doida, viu?, que não vai sobrar bochecha pra contar história.

  6. pausa pra um comentário sobre as roupas da OshKosh no “minha mãe que disse”…Pedro tem muitas roupas dessa marca…muitas mesmo, todas enviadas de presente pelas titias que moram nos EUA…são simplesmente lindíssimas, de uma qualidade AND durabilidade indiscutíveis!! as Old Navy ele tinha mais qdo era menorzinho…mas tb são o máximo!! e a pergunta que não quer calar: tem das polos pra 4 anos? creio que seja tamanho 6 já…
    beijos!

  7. HAHAHAH parece que ele é filho do Jude Law!

  8. Ahahahah!!! “Adorrei meu bem”!!!! Ainda não tive o prazer de pertencer a first class. Trés chic!!!

    Bjssssssssss

  9. Kkkkkkk
    Eu nunca viajei nesse mundo.
    Deve ser chato. Rs
    E a foto o que é isso?!!!
    Dá vontade de agarra esse fofo!
    Adoro homem de chapéu. Hehehe
    Beijos!

  10. AMEIIIIIIIII. Definitivaente Victor pertence ao fundão!! rs rs Ainda bem!! Não tenho “bala na agulha” para 1st !! rs rs

    beijos

  11. Sério que existe criança que consegue ir na primeira classe sem dar vexame? Aposto que era um boneco e vc caiu direitinho…

    Noah está arrasando de modelo do minha mãe que disse! lindo, lindo, lindo!

    bjs

  12. Que texto é esse?? Simplesmente perfeito.
    Parabéns.
    SEu blog e seus textos são ótimos.
    ZZ

  13. Muito, muito, muito bom! Nunca tive a oportunidade de fazer parte da primeirolândia e amei as descrições. Quer saber? Acho o fundão bem mais divertido :-)))
    beijos, Re

  14. Roberta vc é muito engraçada, que bom que vc pôde vivenciar a turma do 1 class darling, eu só vi isso uma única vez e sei bem do que vc está falando…desta vez viajei de fundão e de DELTA se tiver coisa pior me avisa, porque eu não conhecia, até agora…rs
    adorei o post, total razão, e meu filhote seria fino como o seu no avião, sem sombra de dúvida.
    bjssssssssssssssss, quero ver as news no seu site
    Fernanda

  15. Olha que um dia a aeromoça com dó do meu barrigão (o que tinha um nenê dentro, porque deste que eu tenho hoje ninguém tem dó) me upgradeou pra primeira eu eu posso dizer…vc ta certa, é tudo assim. A água disponível sem súplica foi o fato que mais me surpreendeu também!
    Ai, ai…e bora pro fundão.

  16. Haha! Nunca passei da business class, mas atualmente, só economica mesmo. Mas vou te contar que me da um alivio no peito toda vez que o Nic se comporta como uma verdadeira joia da primeira classe. Na ultima viagem ele foi parfait! Beijos!

  17. KKKKKKKKKKKK..morri de rir…e como trabalhei por anos em cia.aerea..deixei essa vida esse ano..DESVENDO SEU MISTERIO: não, na 1 classe não rola nehum barato..mas na cia. rola é um bando de pit bulls ferozes, prontos a nos atacar se nos recebermos uma unica reclamaçãozinha dos queridos passageiros da 1 classe…. e por amor aos nosso empreguinhos…kkkkk..agora quanto a tratar mal a galera do fundão..ai varia d ecomissaria para comissaria…kkkk..mas vamos combinar que a galera da 1 ,reclama ate pq o travesseiro ta macio demais..ah isso éee…kkkkkkk..
    AMEI O POST!! bjs!!

  18. oi de novo..vampiras foi otimo..hahaha… na verdade elas eram colegas de cia. aerea, euzinha trabalhava em “solo”,como a gente chama..mas tinhamos os mesmos contatos com os passageiros e as mesmas cobranças(arghhhh)e as mesmas experiencias com as crianças..ora anjinhos,ora..beeeemm…kkkk
    ADOREI sua sugestão do post,será postado amanha mesmo!!!agradeço a divulgação sim,sim,sim! 😉 assim que postar eu venho aqui e aviso! bjss!

  19. AMEI!! MORRI DE RIR!
    BJS

  20. Sabe que eu também reparo nessas coisas! Outro dia estava no shopping e fiquei só de olho em uma menininha toda arrumada que tava com a babá e a mãe toda cheia de sacolas. Enquanto a Nina correu pro banheiro masculino umas 9 vezes, a menina ficava lá, com aquele olhar distante, olhando a mãe se entupir de sapatos. E a mãe, nóóó…parecia que iria infartar ao me ver sair calçando um pé só de sapato novo da loja atrás da arteira da minha filha. Gente chic é outra coisa!
    Mas quer saber?! Adoro ser fundão!
    Beijo!
    Dani
    PS: cocô no bumbum! Rá adorei! Por aqui a frase é a seguinte: Nina não fez cocô, mas fez pum!

  21. sua dica ja foi postada la no meu blog….depois da uma conferida!! bjs e bom feriado!!!

  22. hahaha , otimo!!!! que delicia viajar de primeirona hein!!! sabe que quando eu trabalhava como advogada e fui viajar com o chefao fomos de Executive, pena que a viagem era so ate Buenos Aires, hahahahahahaha, pobre nao tem tanta sorte, como ir pra Londres por exemplo, tudo pago pela empresa, etc e tal.
    por estas e outras que sai da advocacia e virei fotografa, muito mais divertido!!

  23. Bem que imaginei que vc estava na first class amiga, tava sentindo sua falta… beijus!

  24. Pingback: massa de modelar? dvd? lexotan? « Piscar de Olhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s