Dos cocôs, meias anti-derrapantes e outros assuntos interessantes

– Claro que sumi. Você também sumiria se tivesse que passar os dias correndo atrás do seu bebê de 7 meses,  evitando assim, que ele coloque fogo no apartamento. Ou cave um túnel entre o quarto dele e a cozinha e arremesse coqueteis molotov no apartamento da vizinha.

– Os banhos também ficaram mais frequentes. Explico: como ele agora come comida de gente, o resultado que sai por baixo também é de gente que almoçou buchada.  Então, mesmo depois de limpinho e com a fralda devidamente trocada, o cheiro permanece impregnado no ar. E na parede. E no sofá. Banho nele, até gastar.

– Só agora eu descobri o verdadeiro sentido das meias anti-derrapantes e o quanto elas são indispensáveis nessa fase (e o quanto não fazem sentido algum nos recem-nascidos, senhores fabricantes de meias??!)

– Eu não sei mais me portar como uma mulher madura e reagir com classe diante de uma cantada inoportuna. Antigamente (quando a palavra cocô não saía da minha boca, nem por decreto) eu me orgulhava e muito da minha desenvoltura nesse tipo de situação. Mandava um:

“Não, desculpe, eu sou comprometida” ou

“Muito obrigada, mas eu detesto café”, ou ainda

“Você contribui para alguma ONG que salve pinguins nas ilhas Galápagos? Não? Então, esquece.”  

Bom, ocorre que eu me tornei uma criatura tão, mas tão focada na própria cria, que toda minha compostura foi pro lixo, junto com as fraldas. Ontem mesmo eu joguei, repito JOGUEI o carrinho do Noah pra cima de um desavisado qualquer que arriscou  me perguntar as horas com segundas intenções. Nem certeza de que ele estava realmente me cantando eu tinha, mas não tive duvida: lancei meu olhar bicho-do-mato e empurrei o carrinho contra ele. Uma dama.

Minha teoria é a seguinte: a pessoa tem uma certa habilidade (dispensar marmanjo de maneira classuda e eficaz, por exemplo). Com a maternidade, essa pessoa adquiri novas habilidades (lidar com fraldas radioativas, evitar incêndios e coquetel molotov na vizinha, limpar baba com a ponta do dedo sem estragar a unha recem feita). Como as habilidades não se acumulam (e todo mundo sabe que habilidades não são cumulativas), o ser- mãe começa a perder as habilidades antigas, que vão sendo substituídas por novas. Capacidades anteriores aa maternidade, tais como: participar de uma conversa sobre fisica quântica e fazer de conta que entende, acumular milhagem e andar de jet ski com os cabelos esvoaçantes dão lugar a incrível habilidade de  imitar rouxinol, adivinhar se foi pum ou cocô e dar de mamar no chão da C&A.

Eu disse e repito: uma mulher mais e mais interessante a cada dia que passa.

Anúncios

6 Respostas para “Dos cocôs, meias anti-derrapantes e outros assuntos interessantes

  1. Oi Roberta

    Vim visitar sim!

    haha, dar mama no chão é um clássico! Outro dia achei uma prateleira vazia no Wal Mart e não queria sair de lá nunca mais, marido queria trazer a prateleira pra casa 🙂

    E viva os novos super poderes!

    Até,
    Keiko

    • E viva as prateleiras do wal mart!
      Vem cá, Keiko, eu sou péssima com essas ferramentas todas, afff. Não tem uma maneira de eu saber quando vc atualiza seu blog, sem ter que ficar visitando?? Eu já vi isso em algum desses blogs de blogueiras sabidinhas, que entendem tudo dos tais feeds disso e daquilo? Help! E prazer em conhecê-la. Beijo!

    • E viva as prateleiras do wal mart!
      Vem cá, Keiko, eu sou péssima com essas ferramentas todas, afff. Não tem uma maneira de eu saber quando vc atualiza seu blog, sem ter que ficar visitando?? Eu já vi isso em algum desses blogs de blogueiras sabidinhas, que entendem tudo dos tais feeds disso e daquilo? Help! E prazer em conhecê-la. Beijo!

  2. Fostes a melhor: ” fraldas radioativas” hehehehe

    É isso aí Noah! Daqui alguns anos vamos ter muitos assuntos para conversar. hehehehehe

    Beijos para todos.

    Ótima semana.
    Ah! Faltou uma “fotinho”

  3. Roberta, uma pessoa completamente insana, disse que ser mãe é perder o nojo do cocô e do xixi.

    Ops, acho que fui eu quem disse isso.

  4. Sim, provavelmente por isso e

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s