Enquanto isso no mundo das corujas…

Aprendi a mexer no i-movie. Daí não resisti, juntei toda minha corujice interior  e fiz isso ó:

 http://www.youtube.com/watch?v=Ikp1p2ztxJ4

E by the way sabem porque somos chamadas mães-corujas e não mães centopéias ou guaxinins?  

A resposta está em uma fábula portuguesa, que se passa  entre a coruja e a águia. E vou te contar, que águia mais filha-da-puta descuidada essa aí.

Disse a coruja: 

— O águia, se vires uns passarinhos muito lindos em um ninho, com uns biquinhos muito bem feitos, olha lá não os coma, que são os meus filhos!

A águia prometeu-lhe que não os comeria; foi voando e encontrou numa árvore um ninho, e comeu todos filhotes. Quando a coruja chegou e viu que lhe tinham comido os filhos, foi ter com a águia, muito aflita:

— O águia, tu foste-me falsa, caloteira, vagabunda,  porque prometeste que não me comias meus filhinhos, e mataste-nos todos!

Diz a águia:

— Eu encontrei uns pássaros pequenos num ninho, todos depenados, sem bico, feios pra diabo, e com os olhos tapados, e comi-os; e como tu me disseste que os teus filhos eram muito lindos e tinham os biquinhos bem feitos entendi que não eram esses.

— Pois eram esses mesmos, sua vaca, disse a coruja.

 

— Pois então queixa-te de ti, que é que me enganaste com a tua cegueira.

                                                               xxx

E eu aqui tentando me convencer a contratar uma babá. Eu hein, vai que o Noah não faça o tipo dela..

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s